Angustia.
Tudo que eu já tive de melhor nessa vida e perdi, foi por mérito meu. Eu sempre fui esse menino que quando tem, abre um sorriso, fica feliz e curte a felicidade momentânea. Mas não deixa de ser o menino triste que quando perde, fica se perguntando; acabou. Como assim?, tava tudo aqui agora e já se foi. Eu nunca entendi porque que a vida é assim, pessoas tem que ir, tempo passa, coisas acabam. Isso mexe com tudo aqui por dentro, causando “angustia”.

Aí você conhece uma pessoa. Ela te diz coisas que você nunca escutou, te faz sorrir como nenhuma outra pessoa fez, cria planos que você nunca imaginou, te faz sonhar com o que você nunca viveu. Depois a pessoa vai embora, você sente saudades do que nunca foi seu e se sente idiota como nunca se sentiu.